21 de setembro – Dia da árvore

>>21 de setembro – Dia da árvore

O Dia da Árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro e tem como objetivo principal a conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso. A data, que é diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul.

Objetivo

O objetivo desse dia é conscientizar sobre a importância da preservação das árvores e das florestas, incentivando a proteção do meio ambiente com atitudes que trazem benefícios à natureza.

Estimular a reflexão sobre as consequências do desmatamento e da expansão da poluição também é uma boa forma de comemorar o Dia da Árvore. Lembrando também que as árvores nos proporcionam o oxigênio que respiramos, a sombra que nos refresca e diversos frutos que nos alimentam. Sem esquecer da importância para a manutenção do equilíbrio do nosso ecossistema.

Cuidar da nossa riqueza

A árvore é um grande símbolo da natureza e é uma das mais importantes riquezas naturais que possuímos. As diversas espécies arbóreas existentes são fundamentais para a vida na Terra porque aumentam a umidade do ar graças à evapotranspiração, evitam erosões, produzem oxigênio no processo de fotossíntese, reduzem a temperatura e fornecem sombra e abrigo para algumas espécies animais por exemplo.

Além disso, entre as diversas espécies arbóreas existentes, incluem-se várias plantas frutíferas, como é o caso da mangueira, limoeiro, goiabeira, abacateiro, pessegueiro e laranjeira.

Além de produzirem alimento, as árvores também possuem outras aplicações econômicas. A madeira por elas produzida serve como matéria-prima para a criação de móveis e até mesmo casas. A celulose extraída dessas plantas, principalmente pinheiros e eucaliptos, é fundamental para a fabricação de papel. Além disso, algumas espécies apresentam aplicabilidade na indústria farmacêutica por possuírem importantes compostos.

Preservar é o caminho

Em virtude da grande quantidade de utilizações e da expansão urbana, as árvores são constantemente exterminadas, o que resulta em grandes áreas desmatadas. O desmatamento afeta diretamente a vida de toda a população, que passa a enfrentar erosões, assoreamento de rios, redução do regime de chuvas e da umidade relativa do ar, desertificação e perda de biodiversidade.

Sendo assim, o dia 21 de setembro deve ser visto como um dia de reflexão sobre nossas atitudes em relação a essa importante riqueza natural. Esse dia é muito mais do que o ato simbólico de plantar uma árvore e deve ser encarado como um momento de mudança de postura e conscientização de que nossos atos afetam as gerações futuras. É importante também haver conscientização a respeito da importância da conservação, bem como da necessidade de criação de políticas públicas que combatam a exploração ilegal de árvores.

Como evitar as queimadas e proteger o meio ambiente

O tempo seco que vem em épocas como o inverno traz também um grande perigo: as queimadas, que resultam na queima de grandes extensões de vegetação. O risco de incêndios ameaça não apenas áreas de preservação isoladas, mas também centros urbanos, já que 90% dos focos começam por razões humanas. No Dia de Proteção às Florestas, aprenda a diminuir os riscos e entenda como evitar as queimadas, que podem pôr em risco a vida de muita gente.

Qualquer fagulha pode atuar sobre a vegetação ressecada pela falta de chuvas. Os focos de incêndio podem ter origens naturais. Porém a maioria dos casos tem origem humana e, em áreas urbanas, começam próximos a habitações.

Os incêndios em Minas Gerais não param de aumentar. Dados do Inpe mostram que já são 5.218 focos ativos de queimadas registrados no território mineiro em 2019.

Veja a seguir algumas dicas:

1. Evite jogar bitucas de cigarro no chão

O ideal é que você pare de fumar, mas, se continuar, evite jogar bitucas de cigarro acesas no chão. Procure locais específicos de descarte do resto de cigarro, como coletores espalhados pela cidade. Ou simplesmente jogue-os apagados em uma lata de lixo, mas nunca no chão muito menos próximo a grama ou vegetação de qualquer tipo a fim de evitar o início de um incêndio.

2. Não solte balões

Soltar balões é crime previsto no Art. 42 da Lei de Crimes Ambientais. A pena para quem comete esse crime é de um a três anos de detenção, além disso há uma multa. Ela pode ainda ser acumulativa em caso de reincidência. Balões são um dos principais motivos para enormes incêndios florestais, e põem em risco a vida de centenas de pessoas se caírem em áreas urbanas, onde podem interromper até mesmo o fornecimento de energia elétrica por danificarem fios. Evitar balões é uma das principais formas de como evitar as queimadas.

3. Não faça fogueiras próximas a vegetação

Nesta época do ano, é comum em celebrações de São João que sejam acesas enormes fogueiras, mas elas são um risco. Principalmente se forem montadas em áreas próximas a vegetação seca e pastagens, o que pode ocasionar em um gigantesco incêndio.

4. Evite queimar móveis ou lixo

Para se desfazer de lixo, muitas pessoas preferem queimá-lo a descartá-lo da forma correta com o auxílio de limpeza urbana. Não faça isso. Descarte o lixo de forma correta.

Da mesma forma, realize o descarte de latas de alumínio e pedaços de vidro de meios corretos. Esses objetos podem esquentar ou refletir raios em folhas de jornal, por exemplo, e iniciar fagulhas que se transformam em focos de incêndio maiores futuramente.

5. Capine a área perto de sua casa

Se você mora em áreas com alta vegetação próxima a sua casa, diminua o risco de queimadas capinando faixas de terra próximas a sua propriedade. O risco de queimadas é maior em propriedades cercadas com vegetação bruta, sem qualquer contenção.

6. Molhe faixas de terra seca

Sempre que puder, molhe faixas de terra e grama que estiverem secas próximas de sua residência. Dessa forma, é possível diminuir as chances de alguma faísca começar um incêndio de grandes proporções em áreas urbanas ou de preservação.

O que fazer em caso de queimadas

Em casos de incêndios próximos a residências ou em áreas de vegetação isoladas, o melhor a fazer é chamar os bombeiros através do número 193. Informe a localidade, se possível em detalhes, para que os profissionais cheguem a tempo para conter as chamas. Nunca tente apagá-las você mesmo! Afaste-se imediatamente e espere o auxílio chegar.

Fontes: https://www.selecoes.com.br/superdicas/como-evitar-as-queimadas-e-proteger-o-meio-ambiente/
https://brasilescola.uol.com.br/datas-comemorativas/dia-da-arvore.htm
https://www.calendarr.com/brasil/dia-da-arvore/

 

By |2019-09-21T08:23:15-03:0021/09/2019|Notícias|

A Associação Educacional Escolápia Feminina é uma entidade beneficente da área de educação, portadora do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social - CEBAS-Educação.